Viajar é aprender. É ganhar conhecimento. É descobrir novas culturas e novos povos. É criar novas memórias. É entender que somos uma peça minúscula neste mundo, mas que podemos fazer tanto por nós e por ele. É descobrir que há o raio de um tuga em todos os cantos do mundo. E ainda bem que o há… É uma sensação tão incrível estarmos a almoçar num restaurante com 3 mesas, fora do centro de Riga, e alguém nos dizer: “Mas vocês são portugueses? Que estão aqui a fazer?”

Na mente deste pequeno grupo (Ricardo, Mirinho, Cátia e eu) há um pensamento predominante: qual o próximo país em que nos vamos juntar a beber um copo?

Desta vez decidimos fazer uma tour pelos bálticos. Começamos em Vilnius (Lituânia), depois seguimos para Riga (Letónia) e terminamos em Tallinn (Estónia). Vilnius é a cidade menos ocidentalizada das 3. É ainda mais pobre, mas já se vê muitos e bons bares e restaurantes. O que me indica que a malta mais jovem está a querer dinamizar a cidade. É bom recordar que os 3 países só são independentes das ex-URSS desde 1991 e que aderiram ao EURO em 2004. Riga é uma cidade que me vai ficar na memória. Das 3 foi a que mais gostei. É muito pitoresca, com os edifícios históricos muito bem conservados. Gostei também muito de visitar o mercado, onde senti que estamos muito perto da Rússia. Isto porque senti o “ar soviético”. Ver aquelas senhoras de presença forte a vender caviar. Gostei mesmo muito… Tallinn é a mais turística, mas não deixa de ser uma cidade muito bonita. É a cidade medieval mais bem preservada do mundo.

Bem… Já falei de mais. Mais para a frente vou um bocadinho mais ao pormenor de cada cidade.

Agora quero sim, mostrar-vos algumas fotos da nossa viagem.

Toca a fazer a mochila e partir à descoberta desse nosso e incrível mundo.